Todos os artigos

Relatório de fluxo de trabalho

Tabela 57. Disponibilidade - planos obsoletos


Visão geral

O relatório de fluxo de trabalho está disponível em contas Business e Enterprise, e pode ser ativado por administradores da conta diretamente no Wrike Labs.

Importante

Por tratar-se de um recurso experimental, ele pode apresentar erros, está sujeito a alterações e pode ser descontinuado a qualquer momento. Sinta-se à vontade para usar os links de feedback no Wrike Labs e compartilhar suas ideias sobre esse recurso beta.

Use o relatório de fluxo de trabalho para:

  • Ver o tempo médio que as tarefas passam em um status específico e encontrar gargalos em seu processo.

  • Ver qual percentual de tarefas muda de um status para outro.

  • Ver o número médio de mudanças de um status para outro a cada semana.

Ativar o relatório de fluxo de trabalho no Labs

  1. Acesse o Wrike Labs.

  2. Localize o item Relatório de fluxo de trabalho.

  3. Clique em Ativar.

Criar um relatório de fluxo de trabalho

  1. Clique na sua imagem do perfil no canto superior direito do espaço de trabalho.

  2. Selecione Configurações na lista suspensa.

  3. Selecione a guia Fluxo de trabalho no painel esquerdo e localize o fluxo de trabalho que servirá de base para o relatório.

  4. Clique no nome do fluxo de trabalho para abri-lo.

  5. Clique no botão do menu de três pontos e selecione Criar relatório.

  6. Na janela pop-up, selecione o período para o relatório.

  7. Clique em Criar relatório.

O relatório é enviado para seu e-mail. O tempo para a compilação (e envio) do relatório depende da quantidade de tarefas incluídas no relatório. Observe que é necessário baixar o relatório no e-mail para visualizá-lo.

O que o relatório mostra

Os relatórios de fluxo de trabalho têm quatro seções. Cada seção tem um diagrama exclusivo. Em cada seção, você verá:

  • Setas conectando um status a outro. Isso permite saber que um status mudou de um status para outro.

  • Status sem setas saindo ou chegando neles. Esses status não foram usados durante o período indicado.

Estrutura de alto nível

A estrutura de alto nível mostra o percentual de tarefas que mudaram de um status para outro durante o período indicado.

  • O percentual ao lado de uma seta é um cálculo do seguinte: (a quantidade de mudanças de status do status x para o status y)/(o número total de mudanças do respectivo status).

Detalhes por status

A área de detalhes por status mostra quantas tarefas mudaram de ou para um status específico durante o período indicado.

  • Logo abaixo do nome de um status, três números relacionados à média de alterações por semana.

    • “+ n (número)” indica uma mudança em direção ao status

    • “- n” indica uma mudança deixando o respectivo status

    • “= + ou - n” indica a média da diferença de mudanças em direção ou deixando um status

  • O percentual ao lado de uma seta é um cálculo do seguinte: (a quantidade de mudanças de status do status x para o status y)/(o número total de mudanças do respectivo status).

  • Números entre parênteses ao lado de uma seta: o número médio (por semana) de mudanças de status de um status para outro.

Atrasos de transição

Os atrasos de transição mostram quanto tempo as tarefas passaram em determinado status durante o período indicado.

  • Números ao lado de uma seta indicam quantos dias, em média, uma tarefa passou em um status específico (o status no início da seta) antes de mudar.

Exibição complexa

A exibição complexa é um relatório compilado que apresenta informações de todas as outras seções combinadas em uma exibição.

Alto